Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Passos

Passos - Um poema de Tarso Correa de 06/09/2013

A vida é uma senhora engraçada,
Que brinca com os sonhos da gente;
Acreditamos que controlamos os próprios cordames,
Enquanto nos traz todos amarrados em arames;
Pobre boneco, um simples fantoche.
Somos levados por nossas próprias escolhas,
A brincar, brigar com nossos sentimentos,
A cada escolha malfadada,
Que embaralha a nossa mente;
Enxames de pensamentos.
Bobos, tolos sem rumo e nexo,
Tudo parece complexo, um grande sofrimento;
E num instante, um reflexo, uma parada no relógio do tempo
E a brincadeira continua,
A vida na sua volúpia, em uma dança sensual;
Mostra o outro lado; o casual, o factual,
Com outras facetas, outros caminhos ou possibilidades;
Apenas outros sonhos.

LADAINHA DO SERTÃO

LADAINHA DO SERTÃO - poema de Tarso Correa A terra rachada, Como a sola dos meus pés, A alma magoada, amarrada, Engaiolada igual passar...