Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de março de 2014

O grito sussurrado

Poema de Tarso Correa


O grito sussurrado


Bactericida,
Formicida,
suicida,
Fungos,
vírus e bactérias,
Vários mundos.
Aquilo que não se vê,
Não é sentido, incompreendido.
São mofos criados na mente,
De quem não sente,
De quem oprime, não se define.
A queda no vazio,
Um aperto na garganta,
Um grito de socorro,
Silencioso como o cio,
Cala-se no eco da ditadura,
De um sorriso frio estampado nos dentes de louça da dentadura,
Como um gelo a derreter,
No sal da indiferença,
De quem já traz a sentença.

Verdades Puídas

Verdades Puídas - poema de Tarso Correa A verdade é um pouco das mentiras que nos contam! Várias incorporei por comodidade, Outras por i...